Se você não conseguir visualizar esta mensagem, acesse este link.

 

Já estão abertas as inscrições para a edição 2016 do Prêmio Abilux Design de Luminárias. Os interessados em participar têm até o dia 1º de maio de 2016 para fazer as inscrições. Podem concorrer luminárias residenciais, comerciais, industriais, públicas e esportivas/monumentais comercializadas no mercado entre fevereiro de 2014 e maio de 2016, desde que não tenham participado de edições anteriores do Prêmio e que possuam design original (desenvolvido e fabricado em território nacional) e que atendam às normas brasileiras e portarias do Inmetro. Todas as luminárias participantes devem estar providas com LEDs.

“Um dos primeiros prêmios de design a ser instituído no Brasil (em 1994), o de Design de Luminárias foi criado pela Abilux com o objetivo de estimular o desenvolvimento de um design nacional de luminárias que privilegiasse a criatividade dos designers e incentivasse a indústria a fabricar produtos diferenciados.”

Prêmio Especial Conservação de Energia
Todos os produtos finalistas serão submetidos a julgamento por suas características técnicas de economia de energia dentro de sua aplicação e será escolhido um que receberá o Prêmio de Conservação de Energia.
Premiação:
Aos três primeiros colocados de cada categoria serão atribuídos troféu, certificado e selo, observando-se o seguinte critério: troféu, certificado e selo para o primeiro lugar e certificado e selo para os segundos e terceiros lugares. Ao vencedor do Prêmio Especial Conservação de Energia será atribuído troféu, certificado e selo.

As peças premiadas serão expostas em uma mostra de design que será montada no estande da Abilux, na 15ª Expolux - Feira Internacional da Indústria da Iluminação, que acontecerá 28 de junho a 02 de julho de 2016, no Expo Center Norte, em São Paulo (SP).

O regulamento e a ficha de inscrição estão disponíveis no site da Abilux: www.abilux.com.br.
Informações: Fone (11) 3251.2744 / e-mail: abilux@abilux.com.br.

 
  • A Abilux promoveu, em sua sede, no dia 03/03/2016 reunião com os seus associados para orientar qual o tipo de conexão elétrica deve ser adotado nas lâmpadas tubulares providas com LEDs. Estudadas as vantagens e desvantagens das alternativas e as tendências adotadas por outros países e regiões do mundo, a opção escolhida foi a conexão em uma das extremidades. “Tal posicionamento será comunicado a todos os associados, ao mercado e aos órgãos de governo em que buscaremos regulamentação”, informa o diretor técnico da Abilux, Isac Roizenblatt.  
  • Para tratar de aperfeiçoamentos na regulamentação relativa às luminárias públicas com lâmpadas de descarga e lâmpadas LED que está sendo finalizada pelo Inmetro, associados da Abilux participaram no dia 03/03/2016 de reunião em que foram consolidados os itens sugeridos. A proposta já foi enviada ao Inmetro.
 
 

A 15ª EXPOLUX (www.expolux.com.br), a maior vitrine de soluções para todos os segmentos de iluminação da América Latina, será realizada de 28 de junho a 02 de julho, no Expo Center Norte, em São Paulo (SP). Esta edição da Feira foi toda repaginada. Ganhou um novo layout e espaços diferenciados. Centenas de novos lançamentos estão entre as atrações. Em um ano de inúmeros desafios, as novas tecnologias e um passeio pelas tendências em design de luminárias prometem movimentar o evento e os negócios do setor.

 
 

O comércio eletrônico paulista registrou faturamento real (já descontada a inflação) de R$ 15,1 bilhões em 2015, queda de 0,6% na comparação com 2014, quando alcançou R$ 15,2 bilhões. Em termos nominais, o setor apresentou alta de 8,4% na comparação com 2014, uma significativa desaceleração em relação aos 26,4% de crescimento registrado entre 2013 e 2014. É o que aponta a segunda edição da pesquisa da Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de São Paulo (FecomercioSP), realizada por meio de seu Conselho de Comércio Eletrônico, em parceria com a E-bit.

O varejo on-line paulista fechou o ano de 2015 com aproximadamente 41 milhões de pedidos, com tíquete médio de R$ 368. Apesar da leve retração em termos reais, o comércio eletrônico apresentou um desempenho superior ao do varejo restrito (que não considera o faturamento dos setores de material de construção, autopeças e acessórios e concessionárias de veículos) e respondeu por 3,5% do total do faturamento do varejo, que atingiu aproximadamente R$ 436,1 bilhões no ano. Em 2014, a participação do e-commerce no faturamento total do varejo restrito estava em 3,3%.

 
 
 

Para garantir que nossos comunicados cheguem em sua caixa de entrada,
adicione o e-mail abilux@envio.abilux.com.br ao seu catálogo de endereços.

A ABILUX respeita a sua privacidade e é contra o spam na rede.
Se você não deseja mais receber nossos e-mails, cancele sua inscrição aqui.